Review – Dragon Ball Z: Kakarot – 9.5/10

Tiago Ruão

DATA DE LANÇAMENTO 17 de Janeiro de 2020
ESTÚDIO
CyberConnect2
EDITORA BANDAI NAMCO Entertainment
SINGLE-PLAYER  ✅
MULTIPLAYER ONLINE
MULTIPLAYER LOCAL
CO-OP ONLINE
CO-OP LOCAL

CATEGORIA Acção, Aventura, Mundo-Aberto, RPG
PREÇO 69,99€ | 89,99€ | 99,99€
PLATAFORMA ONDE FOI JOGADO Xbox One X
OPTIMIZAÇÕES PARA A XBOX ONE X 4K Ultra HD
SITE OFICIAL

por Tiago Ruão
IOverdoneCrownI

Dragon Ball Z: Kakarot é um Dragon Ball Z à altura para ser chamado assim. Um jogo que relata o que acontece na série original e ainda dá uma pitada de memórias de infância que tínhamos, de ter pressa de ir para casa para vermos o próximo episódio. Pois é, este jogo faz isso mesmo. Recorda-nos esses tempos. É um título para nos relembrar as batalhas épicas. Felizmente, aqui não temos de esperar mais de 3 episódios para Son Goku se transformar em Super Saiyan. É, sem dúvida, um jogo que os fãs estavam há muito tempo à espera.

Bem, a espera valeu a pena, pois o jogo é incrível! Faz-nos ter uma imersão enorme e deixam-nos focados em explorar as áreas em volta. Poderás encontrar, por exemplo, um género de fotos que nos mostram como era a qualidade do anime de antigamente e isso é um detalhe muito bom mesmo!

No jogo, irás encontrar vários tipos de Orbs de várias cores espalhadas pelo mapa. Essas Orbs tem uma finalidade muito importante e é sempre bom apanhar umas de vez em quando. Sem elas, não podes evoluir as tuas habilidades na Skills Tree. Não só precisas disso, como também terás de passar certas partes da história para poderes desbloquear algumas habilidades e depois usares as Orbs para comprá-las. Na tua palete de Skill, escolhes as que tu compraste.

Depois, na tua comunidade de personagens (Community) terás a Community Bord e Soul Emblems, ou seja, a Community Bord ajuda-te a evoluir certas personagens, como por exemplo a Z Warrior Community, que te dá atributos como Support Gauge Initial Value, +15% Melee ATK e +7% Ki ATK. Tens também a Cooking Community, Traning Community, Development Community, Community of the Gods, Adult Community e, por fim, Adventure Community. As Souls Emblems são todas as personagens no jogo, incluindo as que não podes usar e que estão disponíveis várias Community Bord’s. E uma coisa muito importante também em todas as áreas que temos disponíveis, pode ser encontrada no mapa: o modo Training, onde podemos treinar todas as personagens que jogáveis e, assim, desbloquearmos outras skills.

Terás disponíveis também as Dragon Balls para poderes utilizar e escolher uns dos desejos que te permitem. Infelizmente, são desejos que só podem acontecer no jogo, não funcionam na nossa realidade… Acreditem, eu voltei aos 8 anos a tentar chamar o Dragão para pedir os desejos e não funcionou.

Nas lutas poderás usar até dois personagens de suporte, por isso aconselho a fazeres uma boa equipa e a explorar vários tipos de combinações, pois por mais fraca que seja a personagem, tem sempre algo de útil, por incrível que pareça. Portanto, as batalhas podem ser três para três. Os confrontos são incríveis, mas de cara vemos uma coisa bem óbvia: falta de combos diferentes, ou seja, isso é muito limitado, o que é uma pena. À medida que vais evoluindo a personagem, ela irá aumentar os combos nas batalhas.

Para além das batalhas que fazem parte da história, temos também umas que podemos encontrar pelas várias áreas que temos disponíveis no jogo. Essas batalhas serão sempre difíceis, pois os inimigos também evoluem. O jogo conta também com missões secundárias, as quais se não completares mal tenhas oportunidade, deixas de poder concluí-las se evoluíres muito na história. Umas missões são interessantes, outras nem por isso e acabam até por ser repetitivas e secantes.

A história é incrível, as cutscenes também e mesmo depois de acabarmos o jogo, poderemos continuar. A aventura não acaba aí e ainda temos muita coisa pela frente! Como completarmos todos os desejos das bolas de cristal, derrotar todos os inimigos, etc.

É bom jogar algo que nos remete ao tempo da nossa infância, e de forma tão fiel, embora haja outros pormenores nunca antes vistos. Um em particular deixou-me espectado a olhar para o ecrã e provavelmente já ouviram falar dele. Foi quando o Son Goku foi pescar. Bem… ele usa a cauda para pescar. E o Son Gohan também, mas o Vegeta já usa uma cana de pesca normal! Bem isso fez-me rir.

Os gráficos do jogo são também fabulosos e não encontrei qualquer erro. A jogabilidade é simplesmente brutal, super simples e eficaz sem qualquer percalço. Muito facilmente entramos na onda do jogo, como se fossemos o próprio Son Goku. Além disso, o som e as músicas nos combates são muito bons mesmo.

A única coisa que me irrita são certos pormenores que nos fazem falhar um super e, por isso, sermos severamente castigados. Quando estamos em batalhas e começamos a destruir um pouco do cenário, isso é interessante de se ver, mas se não voarmos para terreno mais limpo, o que pode acontecer é acertarmos um super numa rocha e não no inimigo e isso dá todo o tempo do mundo para o inimigo fazer de nós o que quer. Outro pormenor que salta logo à vista é que nos rios e mares não existe qualquer vida, que só existe vida se formos pescar mais nada.

Mas a verdade é que pouco se tem para apontar para este Dragon Ball. Algo que os fãs não podem perder!

RESUMO

Prós
• A história, gameplay, gráficos e som, que nos fazem lembrar o anime.
• Batalhas épicas.
• Sistema de Skill Tree.
• Training Mode e evolução das personagens.
• Várias batalhas nas áreas disponíveis.

Contras
• Pouca variedade de missões secundárias.
• Falta de vida nos rios e mares. 

Pontuação final: 9.5/10

O jogo que os fãs estavam à espera. E a espera valeu a pena!

A equipa do Xbox PT Dummies agradece à Bandai Namco pelo envio do código do jogo para a realização desta review.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Deixe uma resposta

Next Post

Comunicado | O que é dos Xbox PT Dummies agora?

Não existe excerto porque se trata de um artigo protegido.