Facebook
Twitter
Youtube
Discord
Mixer

Review – Animal Super Squad – 4/10

Indie Reviews Xbox One

DATA DE LANÇAMENTO 1 de Fevereiro de 2019
ESTÚDIO DoubleMoose Games
EDITORA Digerati
SINGLE-PLAYER ✅
MULTIPLAYER ONLINE ❌

MULTIPLAYER LOCAL ❌
CO-OP ONLINE ❌
CO-OP LOCAL ❌

DLC ❌
CATEGORIA Acção, Aventura, Corrida, Indie, Plataformas, Simulação
PREÇO 9,99€
PLATAFORMA ONDE FOI JOGADO Xbox One X
OPTIMIZAÇÕES PARA A XBOX ONE X ❌
SITE OFICIAL

por Catarina Ferreira
CATpt93TAC

Animal Super Squad é um jogo de corrida que se baseia muito na simulação das forças físicas. À primeira vista, parece ser cómico e divertido, com uma galinha em cima de uma sanita que se move para a frente ou para trás e ainda tem um boost que, neste veículo em particular (sim, veículo sanitário) parece ser alimentado pelo fluxo dos canos. E mais nem quero dizer…

O objectivo do jogo é bastante simples: percorrer uma pista em plataformas, passando por rectas, subidas, descidas, apanhando boosts, evitando cair no vazio, evitando luvas de boxe, usando lifts em nosso proveito, entre outras peripécias que poderão encontrar, até chegar ao final. Cada pista tem também coleccionáveis escondidos, como outros veículos e personagens.

O jogo tem algum humor, como o tipo de veículos que se usa, se bem que o que se destaca é sempre a sanita, e pode-se também escolher entre vários animais, sendo a galinha a imagem do jogo. Caso o veículo expluda no processo de uma pista, pode-se utilizar os mesmos controlos para levar um animal a rebolar por ali fora. Uma das partes mais engraçadas é, sem dúvida, quando o animal, nomeadamente a galinha, passa por uma explosão ou fogo e vai-se transformando num frango, depois numa perna chamuscada ou num balde de pernas de frango tipo Kentucky Fried Chicken. Mas esta paródia é apenas um ponto no jogo.

Em Animal Super Squad podemos jogar no modo Aventura, composto por vários níveis offline, para se percorrer e encontrar os tais coleccionáveis, mas nem há história nem lógica de evolução de um mapa de pistas para outro. Dá também para completar mapas criados pela comunidade, que por acaso são bastantes, em Featured Levels e Community, e criar também os nossos próprios níveis no Editor. Há jogos mais completos e complexos que este sem esta possibilidade incrível de construir os níveis e dar largas à imaginação, dando sempre um grande contributo para a comunidade. A forma como explicam como criar uma pista é simples e até bastante acessível.

Mas ao fim de apenas uma ou duas horas, não há nada no jogo que puxe a jogar. Não há nenhum factor que nos premeie ou desafie, como medalhas ou recompensas que testem as nossas capacidades de velocidade, como um cronómetro, ou as nossas capacidades em evitar morrer tantas vezes. O jogo baseia-se apenas em corridas com físicas realistas que chegam até a frustrar demasiado, porque por muito que se tente, nunca se consegue fazer um nível de uma ponta à outra sem arriscar ir parar aos confins do mundo, e a maior parte das vezes sente-se que nem se consegue controlar de todo o veículo ou compreender a sua física. Até esse facto parece estranho. Maioria dos níveis foram simplesmente construídos numa espécie de Editor com fundos semelhantes por trás e mais nada.

Há jogos com físicas boas ou más que sempre nos divertem, mas neste jogo não consegui encontrar qualquer tipo de prazer. Nem na campanha, que não tem nexo nem propósito, nem na criação de níveis, nem na própria jogabilidade que não é divertida com o seu sistema de leis da física aplicadas.

Uma perna a sair. O cogumelo é porque eu tinha colocado um chapéu ao personagem…

Nem sei dizer se é pelo estilo artístico, se é pelas físicas do jogo, se é por não haver nada que desafie e nos faça sentir bem ao cumprir objectivos. Animal Super Squad podia até ser algo interessante e mais que uma galinha ou outro animal qualquer numa sanita por aí fora. Alguns podem até achar a jogabilidade divertida e suficiente para o preço baixo, e se for o caso, quanto mais pessoas felizes, mais feliz fico, mas penso que o jogo não tem nenhum elemento que o destaque na indústria e passa despercebido.

Dou sempre mais que umas quantas oportunidades aos jogos que me desafiam ao ponto de me enervarem, ou cujas primeiras impressões não são as melhores. Tentei com Animal Super Squad e simplesmente não consegui mais. Afinal, a verdade é que as primeiras horas deveriam bastar para cativar os jogadores. O que não foi o caso, e rapidamente cansei-me de esforçar.

Uma review é, ao fim e ao cabo, uma opinião, e seja qual for o motivo ou gosto de cada um, Animal Super Squad não me cativou em nada, praticamente. Nem visuais, nem jogabilidade, nem motivação para jogar. Talvez seja mesmo daqueles jogos que são bons ou maus mediante o gosto e ponto de vista de cada um, ou então não compreendi o seu objectivo, que parece simplesmente sem sentido e insípido. E aí reside o seu real problema.

RESUMO

Prós
• Modo Editor completo e bem explicado
• Níveis partilháveis pela comunidade
• O pormenor dos animais se transformarem em comida tem a sua originalidade

Contras
• Modo Aventura sem nexo nem explicação
• Jogabilidade sem graça e insípida
• Não há multiplayer, o que poderia adicionar alguma pica ao jogo
• Não apresenta desafio real nem recompensa alguma

Pontuação final: 4/10

A ideia é engraçada, mas o jogo falha em não ter algo que nos faça querer jogar.

A equipa do Xbox PT Dummies agradece à Digerati pelo envio do código do jogo para a realização desta review.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Fundadora do projecto Xbox PT Dummies, Escritora, Reviewer e Designer

Deixa uma resposta

O teu endereço de e-mail não será publicado.

Tu podes usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>