Ninja Theory anuncia Project: Mara, um título que trará puro terror mental

Catarina Ferreira

Já é mais que percebido que a Ninja Theory quer utilizar os jogos de uma forma bem mais profunda do que o entretenimento habitual, com Hellblade: Senua’s Sacrifice, o anunciar de The Insight Project e agora Project: Mara, o foco na saúde mental e mundos criados pelas pessoas que sofrem de diferentes problemas ou distúrbios parece continuar a ser o padrão do estúdio.

Nos The Dreadnought Diaries, a equipa pretende trazer o desenvolvimento dos seus jogos a mais do que anúncios, envolvendo o espectador no desenrolar dos futuros projectos em diários. No primeiro de muitos episódios, o Chefe Criativo e Co-Fundador da Ninja Theory, Tameem Antoniades, começou por falar dos projectos em volta de Hellblade, afirmando que Hellblade: Senua’s Sacrifice ajudou a explorar a psicose humana, e que a sua sequela, Senua’s Saga: Hellblade II, irão aprofundar e mostrar a forma como a loucura e sofrimento definem mitos, deuses e a religião.

O objectivo da equipa responsável pelo título anunciado nos The Game Awards em Dezembro, será criar uma experiência comparável aos mitos e sagas épicas de outrora. Esta equipa é duas vezes maior que a do primeiro jogo, e ainda abaixo dos padrões AAA, mas estão dispostos a provar que equipas pequenas também conseguem alcançar grandes coisas com as ferramentas correctas. É isto que se denomina o já mencionado Insight Project.

Ao compreender a saúde mental com a ajuda de especialistas, a Ninja Theory espera conseguir avançar e ajudar as pessoas a ultrapassar os seus medos nos jogos e levarem a experiência consigo no dia-a-dia. Enquanto exploram novas abordagens, a forma como a jogabilidade pode ajudar e outros factores, Antoniades anunciou que a equipa já está a trabalhar num novo título, para já revelado como Project: Mara.

Este jogo será uma representação do verdadeiro terror mental experienciado no mundo real, baseado em estudos a fundo, entrevistas e histórias reais para recriar os horrores da mente de forma credível e mais acertada possível. O jogo apenas terá uma personagem e um local. Será um projecto experimental, uma amostra do que poderá tornar-se um novo tipo de narrativa imersiva.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Deixe uma resposta

Next Post

Wasteland Remastered tem finalmente lançamento marcado para Fevereiro

O remaster de Wasteland tinha sido anunciado para PC há algum tempo, e foi confirmado para a Xbox One em Junho de 2019. Com data para Wasteland 3 para 19 de Maio e com Wasteland 2: Director’s Cut já disponível no Xbox Game Pass, faltava saber a data de lançamento […]