Jogos que são para ser jogados – Selecção de 2019 Pós-E3

Catarina Ferreira

De AAA a indies, de géneros diferentes, feitos por estúdios diferentes. A vida de reviewer traz algumas surpresas, com as quais me deparei desde o início desta jornada em 2017. Fiz a de 2018, ainda estou a tratar da de 2017, mas 2019 é tão cheio que decidi dividi-lo em duas partes! Podem ler a primeira parte AQUI.

Abaixo, não estão os melhores jogos do ano, e sim os jogos que mais me marcaram, aqueles que joguei, claro. Naturalmente, haverá muitos não mencionados porque não tive a oportunidade de os desfrutar. Esta é a lista que eu recomendo, seja pela sua história, jogabilidade ou porque sim. Não tanto pela sua popularidade, mas principalmente aqueles que tive a oportunidade de conhecer e foram pouco falados.

A maioria dos títulos na lista têm review no site, basta clicarem na nota dada em cada um!

Aqui vai a segunda metade do ano, que foi imensamente recheada! Poderão consultar a primeira AQUI.

The Last Door – Collector’s Edition

Data de Lançamento: 22 de Maio de 2019
Estúdio: The Game Kitchen
Editora: The Game Kitchen e Plug In Digital
Preço: 14,99€
Gameplay: AQUI

Um sujeito acaba com a própria vida deixando um papel que coloca mais questões do que as responde. Neste point & click de baixíssima resolução gráfica, tomamos o papel de Jeremias Devitt, que recebe uma carta do seu amigo Anthony com pistas. Algo de errado se passou com ele, e Jeremias toma para si a missão de desvendar o mistério por detrás do seu suicídio enquanto relembra as suas amizades de infância e recorda outros mistérios. A baixa resolução acaba por passar ao lado quando a curiosidade em nós desperta enquanto nos deixamos embrenhar pela história macabra.

Timespinner

Data de Lançamento: 4 de Junho de 2019
Estúdio: Lunar Ray Games
Editora: Chucklefish
Preço: 19,99€
Gameplay: AQUI

Daqueles que nos levam à nostalgia pelas viagens temporais que fazemos em espírito, também no jogo há viagens temporais num mundo onde teremos que fazer o melhor para salvar a nossa terra, voltando atrás no tempo para impedir o pior… A história cativa logo nas primeiras cenas, onde nos sentimos ligados logo aos personagens que nos são apresentados. A viagem no tempo leva-nos a diferentes lugares naquele mundo onde teremos que derrotar inimigos variados e bosses, com a ajuda de orbs, o poder temporário de parar o tempo e alguns familiares que se juntam na jornada. O aspecto gráfico é o que mais puxa à nostalgia. Sem dúvida que depois de começar, só se descansa quando se terminar! Senti-me ligada aos personagens todos…

Hexologic

Data de Lançamento: 14 de Junho de 2019
Estúdio: MythicOwl
Editora: MythicOwl
Preço: 4,99€
Gameplay: AQUI

Ok, é certo que é difícil fartar-me de jogos de puzzles, mas este é mais um bastante interessante para quem gosta de desafios. Funciona quase como um sudoku, onde temos várias linhas (horizontais, verticais ou diagonais) e temos que organizar os pontos em cada um dos hexágonos de forma a respeitar as regras de cada linha. Cada hexágono só pode ter 1, 2 ou 3 pontos. Para uma linha de 5 com dois hexágonos, há duas combinações possíveis, 2+3 ou 3+2. Numa linha de 6 também com apenas dois hexágonos, só dá para colocar 3+3. Metam hexágonos já preenchidos, hexágonos que influenciam outros ou ainda os símbolos de >, < ou =, são mais de 100 níveis para experimentar.

Irony Curtain: From Matryoshka with Love

Data de Lançamento: 28 de Junho de 2019
Estúdio: Artifex Mundi
Editora: Artifex Mundi
Preço: 19,99€
Gameplay: AQUI
Review9/10

Mais um point & click a não perder, Irony Curtain: From Matryoshka with Love leva-nos a um mundo não muito diferente do nosso, onde a política não favorece ninguém, seja de que tipo for, e somos apresentados a Evan, um jornalista sem grande sucesso que sempre foi apaixonado por Matryoshka e o seu regime liderado pelo maravilhoso Líder Supremo! Acontece que esta nação vive no comunismo, algo que Evan parece defender, bem mais do que o capitalismo dos EUA onde vive com os seus pais. O jogo é delicioso do princípio ao fim, transportando-nos para um mundo diferente. Só tenho pena que a história acabe de forma apressada.

Etherborn

Data de Lançamento: 18 de Julho de 2019
Estúdio:
Altered Matter
Editora:
Altered Matter
Preço:
16,99€
Gameplay: AQUI
Review –
9/10

A promessa do estúdio espanhol, Altered Matter, era que Etherborn nos iria desafiar a “repensar a gravidade”. Bom,o jogo fez-me repensar a minha existência, a minha capacidade mental, o meu estado psicológico e como vim parar a isto e oferecer-me para fazer a review. Este é um desafio até para os fãs de puzzles. Estilo minimalista lindo, é pena ter tão pouco a percorrer. Por mim continuavam a trazer carradas deles.

Age of Wonders: Planetfall

Data de Lançamento: 6 de Agosto de 2019
Estúdio: Triumph Studios
Editora: Paradox Interactive
Preço: 49,99€ | 59,99€ | 89,99€
Gameplay: AQUI

O que é considerado um dos melhores jogos indies do ano sem dúvida parece corresponder às expectativas. Age of Wonders coloca-nos no papel de diferentes comandantes da Star Union, que tenta recuperar algum do seu legado 200 anos após o seu colapso. Visitamos diferentes planetas onde teremos que construir o nosso império, colonizar diferentes áreas e batalhar contra forças hostis, tentando manter relações diplomáticas com os restantes comandantes, que poderão querer cooperar ou não. O jogo tem, portanto, um elemento estratégico complexo, onde movemos o exército consoante o que queremos conquistar, batalhar ou descobrir, realizamos a manutenção das colónias e seus adjacentes para produzir os recursos que são necessários, tentando também manter a colonos felizes. Tudo enquanto procuramos respostas às nossas próprias perguntas. Em 200 anos, muita coisa muda. Nas batalhas temos um elemento género XCOM, com lutas por turnos. Age of Wonders: Planetfall não é leve nem rápido. Proporciona centenas de horas de jogo, o que é excelente! Tem visuais chamativos e torna-se um jogo viciante!

Ancestors Legacy

Data de Lançamento: 13 de Agosto de 2019
Estúdio: Destructive Creations
Editora: 1C Online Games
Preço: 34,99€
Gameplay: AQUI

Se RTS é a vossa cena mas estão fartos de temas futuristas ou alternativos, podem voltar atrás no tempo, mais precisamente à Idade Média, e orquestrar batalhas, conquistas à kamikaze ou em modo furtivo como Vikings, Anglo-Saxões, Alemães ou Eslavos! A acção é sem dúvida intensa e conquista logo ao início. Mais uma belíssima prova em como os RTS funcionam melhor na consola do que muitos pensam. Adorei os primeiros minutos e mal posso esperar para ter tempo para me dedicar ainda mais!

Control

Data de Lançamento: 27 de Agosto de 2019
Estúdio:
Remedy Entertainment
Editora:
505 Games
Preço:
59,99€
Gameplay: AQUI
Review –
9/10

Vindo da Remedy, só podia vir coisa boa. Este é o jogo que finalmente parece começar a colocar Alan Wake, Quantum Break e a história de Control no mesmo universo. O jogo é bastante longo e cheio de conteúdo para explorar e provavelmente um dos raros jogos que contém pistas ou easter eggs nos coleccionáveis que os fãs vão querer ver, nomeadamente de outros jogos da Remedy. Tem visuais e mecânicas bem conseguidos, embora pouca exploração nos personagens, mesmo da principal, e uma sucessão de acontecimentos e a forma como se conta a história bastante confusos. No geral, é um dos melhores jogos do ano, de facto, mas também penso que a fama da remedy o torna mais popular do que na verdade merece. Afinal de contas, não traz algo propriamente novo…

Gears 5

Data de Lançamento: 10 de Setembro de 2019
Estúdio: The Coalition Studio
Editora: Xbox Game Studios
Preço: 69,99€ | 79,99€
Review – 10/10

Após o regressar fresco mas frágil de Gears of War 4, eis que a sequela se centra pela primeira vez numa personagem que não da família Fenix, com Kait Diaz no centro das atenções. É uma das melhores campanhas que joguei, embora os capítulos finais parecessem bem mais apressados em relação aos primeiros Actos de mundo aberto. De resto, o grafismo é impecável, é óptimo ver o regresso de personagens e a apresentação de novos, assim como (finalmente) algum esclarecimento acerca deste mundo. Merecia mais reconhecimento.

Bus Simulator

Data de Lançamento: 16 de Setembro de 2019
Estúdio: stillalive studios
Editora: astragon Entertainment
Preço: 39,99€
Gameplay: AQUI

Ainda hoje me entretenho com isto. Com tantos autocarros que todos nós já apanhámos, quem nunca sonhou experimentar a vida de motorista? Confesso que fiquei nostálgica dos anos todos desde a escola, pelo liceu até à faculdade, onde admirava o trabalho dos motoristas de autocarros (salvo raras excepções…). Desta vez pude experimentar o outro lado, num mundo que começa de forma bastante aborrecida, mas depois se torna mais entusiasmante. Temos que gerir a nossa empresa, comprar autocarros, contratar condutores e ir completando diferentes objectivos para ter acesso a mais áreas da cidade. A condução é impecável, os gráficos são bons, embora com algumas falhas em alguns pontos. E chega também a ser engraçado ouvir os comentários dos viajantes! O prazer vem mesmo quando vemos o nosso investimento crescer, chegar a outros lugares, desbloquear mais paragens e autocarros. Podia ser melhor polido, mas está muito bom!

The Sojourn

Data de Lançamento: 20 de Setembro de 2019
Estúdio: Shifting Tides
Editora: Iceberg Interactive
Preço: 21,99€
Gameplay: AQUI

Uma das vergonhas da minha vida foi ainda não ter avançado muito mais neste jogo. Aqui percorre-se um lugar colorido entre a luz e a escuridão, dois mundos diferentes que andam de mãos dadas. As peças da paisagem e objectos em redor vão-se formando enquanto caminhamos e acompanhamos uma história ainda por se revelar, contada com estátuas de momentos chave de uma vida. Pelo caminho, teremos que resolver puzzles alternando entre estes dois mundos para superar cada etapa. Com puzzles desafiantes e um regalo para os olhos, não se deve perder esta experiência, se forem fãs de puzzles, especialmente.

Frostpunk: Console Edition

Data de Lançamento: 11 de Outubro de 2019
Estúdio: 11 bit studios
Editora: 11 bit studios
Preço: 29,99€
Gameplay: AQUI
Review – 9.8/10

Este jogo foi bastante aclamado quer pelos jogadores quer pela crítica quando chegou ao PC, portanto foi difícil não ignorar essa faceta quando peguei nele pela primeira vez. Um jogo de estratégia praticamente sem falhas, Frostpunk é, sem dúvida, uma obra e tanto! Em pleno século XIX, a revolução industrial estava no seu auge, mas uma gigante e misteriosa onda climática congelou o planeta, acabando com o mundo como o conhecemos. A humanidade vê-se forçada a sobreviver em condições hostis e muito duras, onde rapidamente se descobre que o frio é o menor dos problemas. Com um conjunto de sobreviventes de Londres, cabe a nós ser o líder do que poderá ser a última sociedade civilizada no mundo e nada nisto será fácil. Foi, honestamente, dos melhores jogos de estratégia, simulação e sobrevivência que joguei em muito tempo!

Close to the Sun

Data de Lançamento: 29 de Outubro de 2019
Estúdio: Storm in a Teacup
Editora: Wired Productions
Preço: 29,99€
Gameplay: AQUI

Este jogo que parece ser apenas um mistério e nada mais, na verdade provoca alguns sustos. Graficamente está impecável, com pormenores incríveis num navio imponente criado por Nicola Tesla e feito para ser a casa das mentes mais brilhantes. Entre elas está Ada Archer, que envia uma carta à sua irmã, Rose, para ir ter com ela à impressionante Helios. Rose depara-se com uma cidade flutuante deserta, escura e inquietante. Mal entra na gigante máquina, depara-se com a palavra “QUARENTENA” pintada do lado de dentro da porta. Algo de errado se passou, e vivemos a maior parte do tempo com o coração aos saltos. São colocadas imensas questões, mas infelizmente não se chega a saber a maioria das respostas… É uma pena, mas continua a ser dos melhores jogos que tive a oportunidade de experimentar este ano.

Afterparty

Data de Lançamento: 29 de Outubro de 2019
Estúdio: Night School Studio
Editora: Night School Studio
Preço: 19,99€
Gameplay: AQUI

Um dos indies mais antecipados desde há uns tempos para cá não desiludiu. Afterparty leva-nos a uma aventura pelo Inferno com os amigos Lola e Milo, que farão o seu melhor para beber o seu caminho dali para fora. Os personagens são únicos, o humor impecável e um voice-acting muito bom. A história acaba por ser curta, mas vale a pena.

Star Wars Jedi: Fallen Order

Data de Lançamento: 15 de Novembro de 2019
Estúdio: Respawn Entertainment
Editora: Electronic Arts
Preço: 69,99€ | 79,99€

Ao contrário de outros estúdios, a Respawn parece ter-se safado bem mesmo debaixo do manto da Electronic Arts, que ainda está a reconsiderar mudar de estratégia no mercado. Depois do sucesso de Apex, chega-nos o antecipado jogo Star Wars, em desenvolvimento bem antes da compra do estúdio pela EA. O que circula pela comunidade não é exagerado. Este é realmente um jogo bom! Coloca-nos num tempo não muito após a queda dos Jedi na pele de um padawan fugitivo que procura o seu caminho e papel no meio disto tudo, fazendo amizades improváveis e tentando restaurar a Ordem dos Jedi. O combate está muito bom e não há nada como ouvir os diálogos dos Stormtroopers…

Lost Ember

Data de Lançamento: 22 de Novembro de 2019
Estúdio: Mooneye Studios
Editora: Mooneye Studios
Preço: 29,99€
Gameplay: AQUI
Review – (em breve)

Este surpreendeu-me de maneiras que não esperava. Em Lost Ember, entramos num mundo com uma noção espiritual bem presente, onde vemos uma criatura perdida que não se lembra de quem é ou quem foi na vida passada. Uma outra alma em formato de uma pequena esfera brilhante tenta ajudar-nos a lembrar o passado e perceber por que é que não fomos aceites na Cidade de Luz. Nisto, o jogo de aventura acaba por nos colocar a explorar os restos de uma civilização que desmoronou, podendo possuir temporariamente todo o tipo de animais, desde pássaros e peixes a armadilhos. Com o tempo torna-se cada vez mais fascinante e intrigante. A história desenrolou-se de tal maneira que não me lembrava de ficar tão emocionalmente tocada desde Rime. Fiquei especada a olhar para os créditos e lá caiu uma ou outra gotinha de água dos olhos.

Tools Up!

Data de Lançamento: 3 de Dezembro de 2019
Estúdio: The Knights of Unity
Editora: All in! Games
Preço: 19,99€
Gameplay: AQUI
Review – (em breve)

Se são fãs de jogos como Overcooked!, este é mais um a ter em conta. Com até 4 jogadores, poderão (tentar) remodelar casas, substituindo o chão, paredes, fazendo revestimentos e evitando causar mais estragos. O jogo é divertidíssimo com companhia, tal é a azáfama e caos. A única coisa que me entristece é não poder jogar com amigos online, só local…

 

E eis que é tudo! Na segunda metade de 2019, tivemos também Bloodstained: Ritual of the Night, Samurai Shodown, The Sinking City, F1 2019, Sea of Solitude, Wolfenstein: Youngblood, Vigor, Remnant: From the Ashes, Wreckfest, Decay of Logos, Greedfall, Borderlands 3, The Surge 2, Code Vein, Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint, Children of Morta, Stela, Call of Duty: Modern Warfare, The Outer Worlds, Need for Speed Heat, entre tantos outros. Maioria não tive ainda a oportunidade de experimentar. Outros ou mal joguei, ou não são a minha onda.

Quanto a 2020? Que dizer? Meu Deus! Halo Infinite é sem dúvida um dos grandes favoritos na minha lista, mas estou super entusiasmada com Journey to the Savage Planet, Darksiders Genesis, Two Point Hospital, Ori and the Will of the Wisps, Phoenix Point, Cyberpunk 2077, Wasteland 3, Tell Me Why, Cook, Serve, Delicious! 3?!, Planet Coaster: Console Edition, Moving Out, Empire of Sin, Pile Up! e Lego Star Wars: The Skywalker Saga, já para não falar que temos pela frente Dragon Ball Z: Kakarot, Moons of Madness, DOOM Eternal, Bleeding Edge, Resident Evil 3, Maneater, Phantasy Star Online 2, Grounded, Dying Light 2, Deliver Us the Moon, CrossfireX, KartRider: Drift, The Forgotten City, e tudo mais o que o futuro nos reservar.

Com a nova consola à porta, parece-me que 2020 vai ser um para recordar. Por bons motivos, pelo menos. A biblioteca de jogos é incrível até agora!

E vocês? O que gostaram este ano? E o que mais anseiam jogar?

5/5 (2)

Vota neste artigo

Deixe uma resposta

Next Post

Tekken 7, Frostpunk e Sword Art Online estão a caminho do Xbox Game Pass!

Já recuperaram das festas? Sim? Óptimo! Não? Paciência! Mais 3 jogos estão prestes a entrar ao catálogo na consola e ainda 2 a chegar ao PC: Frostpunk e FTL: Faster Than Light. Entretanto, lembramos que este mês o LEGO City Undercover e Just Cause 3 sairão do serviço. E não […]