Facebook
Twitter
Youtube
Discord
Mixer

Jogos que são para ser jogados – Selecção de 2018

Forza Indie Os Dummies é que Sabem! Xbox One

Desta vez vou experimentar uma coisa diferente. Porque não uma lista de jogos incríveis do ano para recomendar? De AAA a indies, de géneros diferentes, feitos por estúdios diferentes. A vida de reviewer traz algumas surpresas, com as quais me deparei desde o início desta jornada em 2017 (e lista desse ano também virá!).

Abaixo, não estão os melhores jogos do ano, e sim os jogos que mais me marcaram, aqueles que joguei, claro. Naturalmente, haverá muitos não mencionados porque não tive a oportunidade de os desfrutar. Esta é a lista que eu recomendo, seja pela sua história, jogabilidade ou porque sim. Não tanto pela sua popularidade, mas principalmente aqueles que tive a oportunidade de conhecer e foram pouco falados.

A maioria dos títulos na lista têm review no site, basta clicarem na nota dada em cada um!

Beholder Complete Edition

Data de Lançamento: 2 Fevereiro 2018
Estúdio: Warm Lamp Games
Editora: Alawar Premium
Preço: 14,99€
Review9/10

A primeira surpresa do ano. Em Beholder és um senhorio contratado para gerir um prédio num país que vive numa ditadura. A tua missão, para os residentes, será apenas verificar que tudo corre bem e ajudar quem precisar. Na verdade, a tua missão é espiar os residentes e reportar ao Ministério quando houver suspeitos de inimigos do Estado ou quando violam alguma lei. Tem uma jogabilidade diferente de tudo o que já tinha visto e deixou-me tensa durante o tempo todo. Ajudar a família ou reportar crimes? Dar uma mão aos residentes ou denunciá-los ao Ministério? Haverá um segundo jogo e com todo o prazer, se tiver sorte, espero conseguir ter a oportunidade de o analisar e ver que melhorias terá.

Pinstripe

Data de Lançamento: 7 de Fevereiro de 2018
Estúdio: Thomas Brush
Editora: Armor Games Studios
Preço: 14,99€
Review9/10

Um daqueles jogos interessantes e melancólicos feito de raiz até ao fim por uma única pessoa. Só isso já é incrível. A parte artística é única e as vozes são demais, mas esta é uma história melancólica de um pai que procura a sua filha Bo, depois desta ter sido raptada pelo maléfico Pinstripe. Contém alguns puzzles e alguns inimigos, mas é de facto uma história curta. Uma que merece ser recomendada. Quanto ao próximo projecto de Thomas Brush, continuo atenta.

Xenon Valkyrie+

Data de Lançamento: 7 de Fevereiro de 2018
Estúdio: Diabolical Mind e Daniel Fernandez Chavez
Editora: COWCAT Games
Preço: 9,99€
Review10/10

Xenon Valkyrie é daquelas pérolas preciosas. Dos primeiros jogos que analisei de bom grado. Xenon Valkyrie+ atraiu-me logo pelo aspecto pixelizado que me recorda os bons velhos tempos, à metroidvania e é roguelike… É daqueles jogos que vão ser mesmo difíceis, com níveis sempre diferentes de cada vez que morres. Até hoje ainda não derrotei os bosses todos. Entretanto fiquei com demasiado por fazer. É a vida de reviewer, por vezes…

The Raven Remastered

Data de Lançamento: 13 de Março de 2018
Estúdio: KING Art
Editora: THQ Nordic
Preço: 29,99€
Review9/10

Nada como um bom jogo onde podemos explorar a nossa faceta de detectives. Corre o rumor que Raven está de volta para assaltar os tesouros mais preciosos. Mas se ele tinha sido morto, afinal quem é o novo Raven? Será que o ladrão honesto teria sido realmente apanhado? Na pele do modesto e educado polícia Zellner, teremos que explorar o mundo em volta, falar com os personagens e descobrir pistas para resolver os mais variados mistérios e, no fim, perceber: quem é Raven? Adorei a forma como a história se desenrolou e todo o ambiente dos anos 60, desde a longa viagem de comboio, ao barco até ao museu no Egipto.

Sea of Thieves

Data de Lançamento: 20 de Março de 2018
Estúdio: Rare
Editora: Microsoft Studios
Preço: 69,99€
Review8/10

No seu lançamento, sem dúvida que lhe faltava conteúdo, e realmente tive alguma desilusão. Afinal passei 1 ano na fase Alpha e vi mais a mudar em cada fase de testes do que entre as Betas e o seu lançamento, que era praticamente igual. Sea of Thieves é um jogo que ou é adorado ou incompreendido. Os verdadeiros piratas aventuram-se pelos mares à procura de tesouros, de bestas para abater, de outros piratas para batalhar e tudo mais o que desejarem. O mundo é simplesmente lindo, visualmente, provavelmente o mais bonito do ano inteiro. Nada como ver o pôr-do-sol de uma ilha, de um barco, ou não cansarmos de nos espantar com a água, a melhor que alguma vez vi num jogo. A Rare continua a oferecer conteúdo atrás de conteúdo, só tenho pena da maioria ser temporário. Tenho uma relação de amor/ódio com Sea of Thieves. Num mundo onde te podes deparar com qualquer tipo de jogador, a experiência pode ser boa ou má. Tive alguns momentos bons inesquecíveis, mas a maioria foram maus.

Far Cry 5

Data de Lançamento: 27 de Março de 2018
Estúdio: Ubisoft Montreal
Editora: Ubisoft
Preço: 69,99€

Dos primeiros que adorei jogar, infelizmente não pude analisar, mas sou fã de Far Cry desde Far Cry 3, e Far Cry 5 trouxe um tema completamente diferente. Não numa ilha remota ou nos Himalaias onde quase ninguém põe os pés. Tem lugar em Hope County, Montana, nos EUA, onde se pode encontrar as pessoas mais loucas e um tipo de selvajaria diferente. The Father, um maluco qualquer que afirma saber a vontade de Deus e pretende preparar o mundo para o apocalipse aterroriza a população de Hope County com os seus métodos brutais. Ao longo da história perguntamos-nos se Joseph não terá razão naquilo que diz. É daqueles vilões que não conseguimos odiar, e Far Cry: New Dawn ainda o aprofunda mais.

State of Decay 2

Data de Lançamento: 21 de Maio de 2018
Estúdio: Undead Labs
Editora: Microsoft Studios
Preço: 29,99€
Review9/10

State of Decay 2 consegue ser um jogo extremamente viciante, tão viciante que acaba por ser completo, até em termos de Achievements, em poucas semanas. Seja como for, é um jogo bastante completo. A história não é o seu forte, e todo o foco é centrado na sobrevivência da tua comunidade. Infelizmente não é o tipo de jogo que nos deixa agarrados ao ecrã durante mais que 1 ou 2 meses, mas vale a pena ser jogado, ainda para mais a um preço tão baixo! E a Undead Labs continua dedicada a trazer novas experiências, portanto há sempre motivos para voltar.

Earthfall

Data de Lançamento: 13 de Julho de 2018
Estúdio: Holospark
Editora: Holospark
Preço: 29,99€ | 39,99€
Review8.5/10

Um género diferente de Left 4 Dead, em Earthfall o planeta foi invadido por alienígenas. A história pouco conta, mas é um jogo divertidíssimo, desafiante e fresco com bastantes missões para se jogar a solo ou com amigos a cumprir objectivos e derrotar estes bichos que não são nada fáceis. Diverti-me imenso a jogar com o meu companheiro, mas infelizmente teve pouca saída por cá. É pena, pois é um co-op porreiro para desanuviar com amigos, e até agora as missões pós-lançamento foram gratuitas.

Dead Cells

Data de Lançamento: 7 de Agosto de 2018
Estúdio: Motion Twin
Editora: Motion Twin
Preço: 24,99€
Review10/10

O pequeno estúdio francês criou uma pérola indie que surpreendeu gamers, reviewers e streamers pelo mundo. Não há, literalmente, uma única falha no jogo, e isso é dizer muito. Tem uma pixelart fantástica, é estilo metroidvania, souls-like, roguelike com plataformas, onde se derrota inimigos para coleccionar cells e moedas para arranjar poderes e armas, além de os melhorar. A morte é mais que certa neste jogo, mas a música fantástica, as cores e a jogabilidade prendem e viciam.

Overcooked! 2

Data de Lançamento: 7 de Agosto de 2018
Estúdio: Ghost Town Games e Team17
Editora: Team17
Preço: 24,99€
Review9/10

Sempre ouvi falar no Overcooked, e pouco antes de ter a oportunidade de analisar este, o mesmo foi oferecido nos Games with Gold. Já tinha experimentado o 2º antes do 1º, e a melhoria é significativa. Overcooked 2 é simplesmente único e genial, e daqueles jogos que é uma paródia jogar com companhia numa daquelas noites em casa com amigos ou familiares. Espectacular. Quando joguei online, chorei, literalmente, de tanto rir.

Hollow Knight: Voidheart Edition

Data de Lançamento: 25 de Setembro de 2018
Estúdio: Team Cherry
Editora: Team Cherry
Preço: 14,99€
Review9/10

Mais um jogo tão bem aclamado tanto por jogadores como pela crítica, em Hollow Knight aventuras-te por um mundo cheio de insectos, onde usas uma agulha que serve de espada, e vais acumulando poderes. É semelhante a Dark Souls, perdes os geos que acumulas de cada vez que morres e terás que os recuperar (ou não) para fazeres aqueles upgrades que tanto desejas e tornares-te mais forte. É um mundo gigante, visualmente encantador e misterioso, com música envolvente e personagens engraçados. Agora é esperar o próximo.

Life is Strange 2 – Episódio 1

Data de Lançamento: 27 de Setembro de 2018
Estúdio: DONTNOD ENTERTAINMENT
Editora: Square Enix
Preço: 7,99€

Só pude experimentar a nova aventura do mundo estranho de Life is Strange quando entrou para o Xbox Game Pass e, embora vamos todos ter saudades de Max, Chloe e Rachel, a história de Daniel e Sean Diaz, ao contrário de Life is Strange e Life is Strange: Before the Storm, é intensa desde o começo, e deixa-nos em pulgas para desenvolver o resto. Ainda não joguei o 2º episódio, e faltará muito tempo para chegar o 5º, mas estou ansiosa por saber mais deste Universo e como acabará (ou começa) a história dos dois irmãos.

Forza Horizon 4

Data de Lançamento: 2 de Outubro de 2018
Estúdio: Playground Games, Turn 10 Studios
Editora: Microsoft Studios
Preço: 69,99€ | 89,99€ | 99,99€
Review10/10

Mais uma abordagem espectacular da Playground Games na série Forza Horizon, desta vez na Grã-Bretanha e com as 4 estações do ano, num clima dinâmico a 1080p/60fps ou 4K/30fps, com vida selvagem, muros destruíveis e um grafismo, como sempre, espectacular, cheio de diversão, com eventos semanais consoante a estação, com novas actividades onde tentam inserir alguma narrativa e com maiores possibilidades de customizar o nosso personagem. Mais depressa me agarrava a um dos anteriores do que um Forza, são gostos, mas este tinha simplesmente que ser mencionado. É impecável!

Battlefield V

Data de Lançamento: 20 de Novembro de 2018
Estúdio: DICE
Editora: Electronic Arts
Preço: 69,99€ | 89,99€

Um dos jogos da EA que tive pena de não poder analisar, caiu nas sombras do veneno da comunidade gamer, reviewer e streamer, que decidiu fazer boicote por motivos variados, e maioria sem fundamento. Um jogo é um jogo, o que importa é a experiência. As histórias continuaram espectaculares como em Battlefield 1, embora sejam menos, desta vez colocando-nos do lado da Alemanha. Claro, ainda podemos contar com música digna de um filme de Hollywood nomeado para o Óscar de melhor banda sonora. O multiplayer não difere muito do anterior, apenas no equipamento, agora referente à 2ª Guerra Mundial, e o modo Firestorm poderá salvar uma réstia do respeito que Battlefield V merece, porque merecia mais…

Achtung! Cthulhu Tactics

Data de Lançamento: 23 de Novembro de 2018
Estúdio: Auroch Digital
Editora: Ripstone
Preço: 24,99€
Review7/10

Se gostam de jogos de estratégia como XCOM, este é mais um para a lista. Este género tem sido extremamente popular, com Jagged Alliance: Rage!, Mutant Year Zero: Road to Eden, Attack of the Earthlings, Mario + Rabbids Kingdom Battle, e ainda Phoenix Point, que ainda está por vir. O jogo não cativa em termos de história e as zonas pretas em volta podem irritar alguns, mas é uma abordagem diferente do género, tal como Mutant Year Zero, e vale sempre a pena experimentar.

The Gardens Between

Data de Lançamento: 29 de Novembro de 2018
Estúdio: The Voxel Agents
Editora: The Voxel Agents
Preço: 19,99€

Um jogo rápido de se completar, até em Achievements, mas é daquelas histórias curtas com puzzle que vale a pena experimentar, seja pelo estilo diferente ou pela forma original de resolver puzzles.

Mutant Year Zero: Road to Eden

Data de Lançamento: 4 de Dezembro de 2018
Estúdio: The Bearded Ladies
Editora: Funcom
Preço: 34,99€

Um jogo que estou nem perto de terminar, mais uma pérola no Xbox Game Pass que foi bem recebido pela crítica e comunidade, um género XCOM mais livre e que requer outro tipo de cuidados. O tema de uma terra pós-apocalíptica é também curioso. E tem um bom humor pelo meio. Vale mesmo a pena espreitar.

Ashen

Data de Lançamento: 7 de Dezembro de 2018
Estúdio: A44
Editora: Annapurna Interactive
Preço: 39,99€

Um dos melhores jogos no final do ano, que me surpreendeu bastante pela positiva. No primeiro Livestream, comecei a sujar logo qualquer reputação de boa jogadora que alguma vez pudesse ter. Este jogo assemelha-se a Dark Souls, mas de uma forma bem mais leve, curta, com um estilo completamente diferente e adorável. Jogar em co-op torna-se mais fácil e proporcionou-me bons momentos com o meu companheiro. E não descansámos até terminar esta pérola.

 

De resto, tive a oportunidade de experimentar Unravel Two, mas ainda não acabei. Just Cause 4 não me prendeu tanto, mas a verdade é que preciso ainda de muitas horas naquilo. Mal joguei Red Dead Redemption 2, nunca toquei no Assassin’s Creed Odyssey, nem no Shadow of the Tomb Raider, nem no Monster Hunter World. Celeste não me convenceu tanto. LEGO DC Super-Villains foi uma boa diversão como fã de LEGO que sou, mas sou fã da Marvel, não da DC, por isso não está nos meus favoritos, embora tenha dado boa nota na review. Queria ter experimentado jogos como Impact Winter, Vampyr, Planet Alpha, Immortal Unchained, Jagged Alliance: Rage! ou qualquer outro que provavelmente me teria surpreendido pela positiva.

Mas é este o meu resumo de 2018, um ano incrível. E 2019 já está a rebentar escalas. Que altura fantástica para se ser gamer e reviewer! Até agora, em 2019, os melhores para mim foram Genesis Alpha One, Far Cry: New Dawn e Anthem. Estou em pulgas para o que vem este ano!

Embora Resident Evil 2, Kingdom Hearts III, Metro Exodus, Crackdown 3 tenham sido bem aclamados e, do que pude observar, serem bons jogos, não são o meu estilo nem perdi muito tempo com nenhum deles. São gostos! Mas certamente bastará darem uma olhadela às reviews que temos no site para verem como os meus colegas os recomendam e bem!

E vocês? Qual a vossa lista de 2018?

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Fundadora do projecto Xbox PT Dummies, Escritora, Reviewer e Designer

Deixa uma resposta

O teu endereço de e-mail não será publicado.

Tu podes usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>