ID@Xbox – Semana 30 – 25 de Novembro a 1 de Dezembro de 2019

Catarina Ferreira

Fazemos parte de uma lista de sortudos que recebem jogos do programa ID@Xbox desde o início do mês, para mostrar a incrível variedade de indies que se encontra por aí, introduzindo jogos que muitos nunca pensaram conhecer e falando um pouco deles.

Mais uma semana repleta de Livestreams (que depois são carregadas para o Youtube), e algumas reviews, com um pequeno apanhado daquilo que jogámos!

Mable & the Wood

Data de Lançamento: 18 de Setembro de 2019
Estúdio: Triplevision Games
Editora: Graffiti Games
Preço: 14,99€
Gameplay: AQUI

Neste metroidvania onde somos um mito autêntico convocado por um povo, podemos assumir a forma dos bosses que derrotamos, o que é sem dúvida interessante. No entanto, o aspecto visual ou a jogabilidade não convencem muito.

Frostpunk: Console Edition

Data de Lançamento: 11 de Outubro de 2019
Estúdio: 11 bit studios
Editora: 11 bit studios
Preço: 29,99€
Gameplay: AQUI
Review: AQUI

“É impossível jogar isto e não estar constantemente com o coração em alerta. Afinal não é apenas sobreviver. O futuro da espécie humana está nas nossas mãos. Frostpunk é um esforço de trabalho muito bem conseguido com muitas horas de jogo. Vale a pena para quem for fã de jogos do género.”
Leiam a review.

YAGA

Data de Lançamento: 12 de Novembro de 2019
Estúdio: Breadcrumbs Interactive
Editora: Versus Evil
Preço: 24,99€
Review: AQUI

“YAGA é, sem grandes rodeios, um dos melhores jogos que joguei este ano. A Breadcrumbs fez um trabalho incrível, vou estar atento a próximos projectos.”
Leiam a review de Onurb the Noob.

Não percam mais na próxima semana!

A equipa do Xbox PT Dummies agradece à equipa ID@Xbox, Graffiti Games, Evolve PR, 11 bit studios‬, Plan of Attack e Versus Evil pelo envio dos códigos dos jogos para a realização destas reviews.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Deixe uma resposta

Next Post

Jogos que são para ser jogados - Selecção de 2019 Pós-E3

De AAA a indies, de géneros diferentes, feitos por estúdios diferentes. A vida de reviewer traz algumas surpresas, com as quais me deparei desde o início desta jornada em 2017. Fiz a de 2018, ainda estou a tratar da de 2017, mas 2019 é tão cheio que decidi dividi-lo em […]