Facebook
Twitter
Youtube
Discord
Mixer

Estúdio Quantic Dream, criadores de Detroit: Become Human, passará a fazer jogos multi-plataforma

Anúncios Indie Notícias PC Xbox One

Se algum de vocês gosta do estilo de jogos que se assemelham mais a filmes interactivos como Beyond: Two Souls, Heavy Rain e Detroit: Become Human do estúdio Quantic Dream, e têm pena de não verem mais do género na Xbox One, talvez esta notícia vos anime.

Os criadores do mais recente Detroit: Become Human, exclusivo da PlayStation 4, vão deixar de se focar apenas na consola da Sony e irão concentrar-se em trazer os seus projectos para outras consolas, nomeadamente a Xbox One e, provavelmente, a Nintendo Switch. A Quantic Dream parece seguir agora os passos da Supermassive Games, os criadores de outro exclusivo da PS4, Until Dawn, que estão a trabalhar numa nova antologia de horror que está a caminho da Xbox One, Man of Medan, revelado no Inside Xbox da Gamescom em Agosto de 2018.

O estúdio por detrás de Detroit tomou esta decisão depois de receber fundos da companhia chinesa NetEase. De acordo com a Eurogamer, os líderes do estúdio, David Cage e Guillaume de Fondaumière, afirmaram que irão deixar a exclusividade da PlayStation para trás e que este é um novo começo para a sua empresa. Fondaumière acrescentou, numa entrevista:

“O nosso objectivo é estar presente em todas as plataformas onde há uma audiência que pode desfrutar das nossas experiências. Iremos, claro, continuar a desenvolver na PlayStation 4, uma plataforma que conhecemos bem depois de trabalhar com a Sony por 12 anos, mas iremos estar também presentes noutras plataformas relevantes.”

Ainda não há novidades acerca de novos projectos da Quantic Dream, mas estaremos atentos. E, quem sabe, se um dia algum dos títulos do seu portefólio é re-lançado para consolas e PC.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Fundadora do projecto Xbox PT Dummies, Escritora, Reviewer e Designer

Deixa uma resposta

O teu endereço de e-mail não será publicado.

Tu podes usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>