Facebook
Twitter
Youtube
Discord
Mixer

Alcatraz já disponível na Xbox One para Call of Duty Black Ops 4: Blackout

Anúncios Notícias Xbox One Xbox One S Xbox One X

Call of Duty Black Ops 4: Blackout está gratuito para todos os membros Xbox Live Gold até dia 30 de Abril e, como se não bastasse, o novíssimo mapa na ilha da prisão Alcatraz também já está disponível na Xbox One. Este novo mapa promete ser bem diferente a nível de jogabilidade e ação do mapa principal de Blackout. Caso não conheças este modo de jogo, fica com um trailer deste mês promocional de Call of Duty Black Ops 4: Blackout:

Após descenderem do céu para a conhecida prisão na baía de São Francisco, podem esperar algo um bocado diferente do costume. Ao invés da experiência principal de Blackout, em Alcatraz a ação começa quase imediatamente. Dispõem apenas de um curto espaço de tempo para apanhar equipamentos e começar a procurar inimigos, evitando pelo caminho os habitantes mortos-vivos da prisão, e concentrar os vossos esforços em confrontos constantes neste mapa mais pequeno e intenso.

(Mais ação e combate caótico é o que podem esperar neste novo mapa de Blackout)

Os devs na Treyarch decidiram aumentar a tensão neste novo mapa ao reduzir o número de jogadores para se enquadrar no espaço do ambiente, resultando em batalhas imediatas onde quase nunca há espaço para descansar. Com 40 jogadores divididos em equipas de quatro, terão que tentar controlar importantes áreas estratégicas por toda a ilha.

Prisões confinadas, pátrios íngremes, penhascos rochosos e dezenas de estruturas lapidadas carregas de armas, equipamentos e potencial para emboscadas… As partidas são incrivelmente tensas e maior parte das vezes resultam em múltiplas eliminações em segundos. Com isto em mente, podemos esperar jogos pouco maiores de 10 minutos, comparando com os jogos de 25 minutos de 100 jogadores no mapa principal de Blackout.

(Além dos jogadores, terão que ter em atenção aos morto-vivos presentes em Alcatraz)

Em Alcatraz terás nove zonas distintas para explorar e usar a teu favor na procura da vitória. Com um novo nível de verticalidade em Blackout, a vossa viagem à volta da ilha começa a nível do mar, com praias, pequenas ilhas, costas rochosas, velhos navios e docas e hospitais de campo abandonados para investigar. A partir dai podem ir subindo no mapa onde encontram tendas de quarentena, apartamentos (cheios de equipamentos), ruínas, entre outros. Mas cuidado com os mortos vivos… Podem encontrar um solto, ou uma dúzia criando momentos perfeitos para serem emboscados ou emboscarem o inimigo.

Nestas nove zonas, cada uma com a sua natureza, existirá sempre a sensação de que estamos a ser observados por outros jogadores… Por isso mesmo é importante que se movam rapidamente de local em local à procura de equipamento e que estejam preparados para combate a curta distancia, rápido e caótico enquanto usam as vossas habilidades para terem supremacia no terreno e táctica sobre os inimigos. Podem também se barricar em espaços apertados e usar a Barricadeou Razor Wire para bloquear caminhos aos vossos inimigos. Caso encontrem uma Grapple Gun, aproveitem para utiliza-la para movimentações rápidas por todo o mapa.

Uma coisa é certa, a ação caótica e jogos de menor duração mas muito mais tensos estão prometidos neste novo mapa, que certamente é uma lufada de ar fresco à experiência principal de Call of Duty Black Ops 4: Blackout.

(Corredores apertados, portas, barricadas, entre outros, apresentam muitas novas formas de entrarem em combate com os vossos inimigos)

Alcatraz já está disponível da Xbox One para Call of Duty Black Ops 4: Blackout e relembramos que se forem membros Xbox Live Gold, podem fazer download da versão trial do jogo e jogar até dia 30 de Abril gratuitamente o modo Blackout, incluindo o novo mapa Alcatraz.

Não há votações ainda.

Vota neste artigo

Deixa uma resposta

O teu endereço de e-mail não será publicado.

Tu podes usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>